Viajando na Viagem - Por uma Educação do Cuidado

“Estou sempre em viagem.

O mundo é a passagem

Que me atinge

De passagem.”

(Helena Kolody)

 

 

VIAJANDO NA VIAGEM – Por uma Educação do Cuidado.

 (Fernanda Moreira – Professora de Língua Portuguesa e Produção de Texto)

            É comum e rotineiro, para a maioria das escolas, reunir professores e colaboradores na primeira semana letiva para tratar sobre divisão de pontos, disciplina, turmas, organização e outros pontos considerados muito importantes dentro da sala de aula. Mas nessa reunião foi outro o foco do Colégio Maria Clara Machado (CMCM).

            No ano eleito pela ONU como Internacional da Luz, o colégio se iluminou ao receber seus professores e colaboradores para uma viagem ao interior de cada um, em busca do que é essencial a todos: o amor ao próximo, o cuidado, a paz e a busca por um mundo melhor. Itens que preenchem qualquer boletim quando bem aplicados nos estudos e na vida de cada ser humano.

            No dia 07 de fevereiro às 7h:30min de uma manhã chuvosa, a equipe do CMCM, após um delicioso e quente cafezinho, embarcou para o interior das Minas Gerais, rumo a cidade de Crucilândia. Em um percurso calmo e adornado pelas montanhas mineiras, a equipe pôde refletir, meditar e ainda parar para degustar um delicioso pastel típico da região. Mas o mais esperado por todos ainda estava por vir: conhecer o trabalho da Associação dos Protetores dos Pobres e Carentes (ASSOPOC), com quem o colégio tem parceria para a realização de trabalhos sociais pelos seus alunos do Ensino Fundamental II e Médio.

            A ASSOPOC realiza seu trabalho em Crucilândia, atendendo idosos, crianças e apoiando a Associação de pais e amigos dos excepcionais (APAE) do município e de outras cidades vizinhas como Bonfim, Itaguara e Piedade das Gerais, além de contar com um centro de equoterapia, que é palco de reabilitação para muitos que o procuram.

            Em especial neste dia, a Instituição estaria recebendo a consulesa da Itália, a senhora Aurora Russi para oficializar a já existente parceria entre o consulado da Itália e a ASSOPOC, parceria que através da tradicional festa italiana em Belo Horizonte já arrecadou toneladas de alimentos para instituições de caridade, entre elas a Instituição visitada. Além da consulesa, estariam presentes as senhoras Elaine Coutinho, Maria Alice Melo Coelho e o senhor Sérgio Batista Coelho (Fundador da ASSOPOC): corações que movem e abraçam a Instituição em busca de uma vida melhor para centenas e centenas de vidas.

            A equipe do colégio desembarcou na capela do asilo e teve a oportunidade de agradecer pelo dom da vida e pela graça plena da saúde; enquanto o asilo estava em festa, esperando o som da Tarantela tocar para que o grupo de dança dos próprios idosos, o Sênior,  pudesse dançar e sorrir.

            Camas bem feitas, fachada colorida, jardim bem cuidado e toda estrutura necessária foi o que o CMCM encontrou. Um porto seguro com todas as condições humanas necessárias para aqueles que muitas vezes a sociedade esquece ou exclui. Rostos marcados pela experiência sorriam para os professores, enquanto todos os corações se iluminavam diante de tanto calor humano. Entre eles, há artistas, dançarinos e pessoas realizadas por terem encontrado um lugar para chamar de lar. Alguns alunos e pais do colégio junto ao professor José Donizetti dos Santos, diretor do colégio, já haviam passado pela experiência emocionante no asilo, em visitas anteriores.

            Junto aos idosos, uniram-se alguns portadores de síndrome de down para dançar e prestigiar a assinatura da parceria com a Itália. E mais uma surpresa aconteceu. Fez-se presente o senhor Mauro Dagna, que iniciou uma viagem pelo mundo em 2014 com previsão final para 2017 com a finalidade de arrecadar fundos para a construção de um hotel e um restaurante para gerar empregos aos portadores da síndrome de down na Itália. É a vida nos mostrando que em meio a tantas notícias ruins, existem muitas pessoas maravilhosas que se preocupam em construir e, principalmente, perpetuar um mundo melhor.

            Os anfitriões ainda brindaram o dia com um almoço em um cenário natural, rodeado por muitas árvores e uma deslumbrante cachoeira e ainda permitiram o privilégio do conhecimento da creche, que cuida de cerca de 150 crianças enquanto seus pais trabalham. As crianças receberam a todos com a formação de um coral e ofertaram olhinhos curiosos e sorrisos nos lábios quando a consulesa mostrou ser uma exímia contadora de histórias. Muitas emoções... Muito cuidado com o outro...

            A volta a BH foi preenchida pela alegria no coração de todos. Cada um a seu modo, refletindo sobre o benefício do dia. Ficou a certeza do lema da escola: “Por uma educação do cuidado: de si, do outro, do mundo e da vida”. Não há como ser diferente.

            O ciclo se fechou como se iniciou: com todos reunidos, desta vez com abraços e agradecimentos e com a certeza de que ainda há esperança para o mundo e nós, educadores, fazemos parte dela.

            É claro que a escola passará a pauta da divisão de notas, pontos e disciplina. É certo de que todos estarão reunidos para escutar e praticar. Mas agora dentro de si, carregarão sorrisos inesquecíveis: combustíveis perfeitos para o ano da luz!

 

Conheça a Assopoc: http://www.assopoc.com.br/

 

Visão Educacional

Sites Interessantes

Frases e Provérbios